Kamikazes alemães

Bombardeiro B-24

A Missão mais mortal da Luftwaffe

Em 7 de abril de 1945 , no final da Segunda Guerra Mundial, os altos comandos da Luftwaffe, no desespero de proteger as cidades alemãs, que eram frequentemente bombardeada de forma devastadora, criou uma força especial denominada Sonderkommando Elbe  (Comando Especial Alemão).  A força era formada por voluntários de diversas unidades da Luftwaffe e seu principal objetivo era destruir os bombardeiros Aliados através de ataques kamikazes contra as aeronaves. Em cada missão havia uma baixa taxa de sobrevivência não fazendo dessa unidade uma unidade suicida pois os pilotos deveriam sair do avião antes da colisão. Para as missões foi escolhido o caça Messerschmitt BF-109 mas sem a utilização de blindagem e com o mínimo de  armamento ou mesmo inexistente. O objetivo era reduzir o seu peso e possibilitar o mínimo consumo de combustível. Para o cumprimento das missões, os experientes pilotos alemães deveriam focar-se em 3 partes sensíveis do bombardeiro: A empenagem, onde encontravam-se os estabilizadores vertical e horizontal, o naceles onde localizava-se o berço dos motores que eram alimentados por combustível altamente inflamável e o cockpit – cabine da aeronave e zona mais difícil de ser atingida. O B24 Liberator, conhecido por Palace of Dallas, foi a aeronave mais atingida nas missões. Especula-se que poderiam ser muitas as motivações dos pilotos alistarem-se voluntariamente nessa força de ataque mas acredita-se que o fanatismo, a vingança e a perda de seus entes queridos tenham sido a maior motivação.

Referencias:

SONDERKOMMANDO ELBE. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2015. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Sonderkommando_Elbe&oldid=42183375>. Acesso em: 29 ago. 2015.

Comentários estão fechados