O oficial japonês que nunca se rendeu

O oficial japonês Hiroo Onoda,  escondido numa  ilha nas Filipinas durante 30 anos,  entregou-se somente no ano de 1974. Trabalhava no serviço de inteligência e foi enviado em 1945 para a ilha de Lubang, nas Filipinas. Durante a Segunda Guerra, seu comandante o ordenou que protegesse o local de ataques e não se rendesse de forma alguma até que o Exército o comunicasse. Durante muitos anos aviões jogaram panfletos na tentativa de lhe comunicar o fim da Segunda Guerra e a derrota do exército imperial, mas Onoda só se entregou após seu antigo comandante ter ido, pessoalmente, comunicar o fim do conflito e que estaria dispensado de seus serviços ao imperador.
Saiba mais…

Comentários estão fechados